A ENERGIA VITAL (comentários somente)

Este artigo era continuação de: O GRANDE EQUÍVOCO

Para melhorar a leitura e o entendimento, seu conteúdo foi anexado àquele artigo. Esta página está sendo mantida para que não se perca o importante conteúdo dos comentários de leitores que foram aqui postados, inclusive relatos pessoais.

Grato

Eduardo Lbm


Anúncios

39 ideias sobre “A ENERGIA VITAL (comentários somente)

  1. Guerta Pereira da silva

    Gostei muito dessa matéria sobre Energia vital,acho muito interessante trazer esses esclarecimentos para a humanidade pois precisamos nos conectar com as energias da luz.
    Estamos vivendo em um momento de grandes mudanças planetárias, e quanto mais luz mais sombra e por isso devemos nos proteger.
    E aqui deixo minha contribuição:O MANTRA KODOISH:
    KODOISH, KODOISH, KODOISH,
    ADONAI TSABAYOT.
    Mantra de saudações e proteção contra consciências negativas.

    Resposta
  2. Fátima Leite

    Oi Eduardo! Eu li a primeira parte e aguardava a segunda, interessadíssima e me trouxe muita luz, pois tb já vivenciei coisas semelhantes sem compreender. Sou grata porque cada vez mais vou encontrando respostas a todas as perguntas que andei fazendo pela vida toda. Cada vez mais vejo caírem véus e abrir-me à consciência única da qual somos parte. E é maravilhoso a gente ir encontrando pelo caminho os portadores de luz com os quais nos afinamos, nos trazendo recados importantes, conhecimento, iluminando-nos, Adorei o texto que me trouxe esclarecimentos, os “miaus” que me deixaram alegre, a oração e a “Limpeza dos 21 dias”. Vou usá-los. Gratidão! _/\_ Namastê!

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Obrigado por sua visita, Fátima! Continue acompanhando meus artigos, ainda há muita coisa para escrever. Eu resisti muito à essa ideia de colocar um blog, mas começo a ver que de certa forma é uma boa ideia. Abraço.

      Resposta
  3. entehumano

    Grande Eduardo! Excelentes os dois. Continue! Precisamos de ações como a sua para que possamos espraiar estes conhecimentos importantíssimos num mundo repleto de coisas negativas. Vai daqui minhas energias positivas para que você desfrute de muita saúde, paz e prosperidade por toda a sua jornada. Um grande e fraterno abraço.

    Resposta
  4. Santana Ferreira

    O texto é interessante mas bastante confuso e contraditório. Começa condenando princípios e conceitos espíritas e termina orientando as pessoas a fazerem orações.Essencialmente o que foi dito é uma dialética usada em todas as religiões em linguagens diferentes mas com o mesmo objetivo.Para tentar se diferenciar dos demais utilizou a questão do “chip”.As pessoas possuem a liberdade de acreditarem no que quiserem e como a humanidade a cada dia fica mais confusa com a quantidade de sofismas as pessoas se distanciam cada vez mais da verdade.

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Amigo Santana, eu não condeno princípios e conceitos espíritas mas sim, as atitudes de pessoas que se dizem espíritas.
      .
      “… Essa vida não é importante, importante é a vida que você vai viver depois, na espiritualidade! Não se foque muito no mundo material e busque se espiritualizar…”
      .
      Essa foi a resposta que eu recebi de uma pessoa que é Atualmente presidente da Federação Espírita aqui na região, dá palestras sobre espiritismo e preceitos espíritas em todos os municípios da região e é um grande amigo meu, uma pessoa que considero muito e que é um exemplo como empresário. Mas me decepcionou com essa resposta. Não demonstrou nenhum pouco de sensibilidade em relação a mim e ao meu problema e outras dificuldades que eu estava passando na época. Na rua Omachã, bairro da Penha em São Paulo, ouvi a seguinte resposta: “Isso é fruto da sua mente, a mente é muito poderosa” e na sede da Federação Espírita em São Paulo (rua Maria Paula) recebi resposta semelhante. Raramente alguém dentro dessa organização ouve você de verdade, eles fazem a mesma coisa que muitos profissionais de outras áreas terapêuticas fazem: “Encaixam” o seu problema dentro dos dogmas deles e dão a você uma resposta que não resolve o problema, apenas adia a solução indefinidamente. Também não estou condenando os princípios da psicologia, psiquiatria e psicanálise, mas os maus profissionais, que se recusam a ‘ouvir’ o problema. Infelizmente, em todas as minhas tentativas ao longo da vida só encontrei esse tipo de resposta. Houve um caso em que viajei para São Paulo para me consultar com uma psicóloga muito conceituada, com cursos de extensão em ‘Harvard’, etc., etc. e a resposta que eu ouvi dela foi decepcionante. E ainda paguei R$ 600,00 (seiscentos reais) para ouvir o que eu ouvi!
      .
      Sobre aconselhar as pessoas a fazerem orações, amigo Santana, não vejo nada de errado nisso, a não ser o conceito errado que temos de oração. Pensamos que oração é algo vinculado à religião, mas oração é pré existente à religião, oração é algo inerente ao ser humano e não está associada à nenhuma religião. As religiões é que se aproveitaram da oração e fizeram ‘bom uso’ dela.

      Resposta
  5. Pamela

    Oi, Eduardo! Em relação ao espiritismo, se procurarmos bem encontramos algumas respostas como solução, sim! Uma delas depois de procurar encontrei impressa na web . Em relação à proteção, está escrito no livro “O Evangelho Segundo o Espiritismo”:

    “NO MOMENTO DE DORMIR
    O sono é o repouso do corpo, mas o Espírito não necessita desse repouso. Enquanto os sentidos se entorpecem, a alma se liberta parcialmente da matéria, gozando das suas faculdades espirituais. O sono foi dado ao homem para a reparação de suas forças orgânicas e das suas forças morais, enquanto o corpo recupera as energias gastas no estado de vigília, o espírito vai se retemperar entre os outros Espíritos. É então que ele tira, de tudo o que vê, de tudo que percebe, e dos conselhos que lhe são dados, as idéias que lhe ocorrem depois, em forma de intuições. É o retorno temporário do exilado à sua verdadeira pátria, a liberdade momentaneamente concedida ao prisioneiro. Mas acontece, como no caso dos prisioneiros perversos, que o Espírito nem sempre aproveita esse momento de liberdade para o seu adiantamento. Se conserva maus instintos, em vez de procurar a companhia dos Bons Espíritos, busca a dos seus semelhantes e dirige-se aos lugares em que pode liberar as suas más inclinações. Aquele que se acha compenetrado desta verdade eleve o seu pensamento, no momento em que sente aproximar-se o sono; solicite o conselho dos Bons Espíritos e daqueles cuja memória lhe seja cara, a fim de que venham assisti-lo, no breve intervalo que lhe é concedido. Se assim fizer, ao acordar se sentirá fortalecido contra o mal, com mais coragem para enfrentar as adversidades.

    – Prece – Minha alma vai encontrar-se por um instante com os outros Espíritos. Que venham os bons ajudar-me com os seus conselhos. Meu Anjo Guardião, fazei que ao acordar eu possa conservar uma impressão durável e benéfica desse encontro!

    -Allan Kardec – O Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo XXVIII – itens 38 e 39.”

    Dizendo de antemão que, a própria doutrina diz que a prece NÃO precisa ser “decorada”, basta ter a intenção sobre, desde que seja feita sinceramente.

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      O que acontece, Hannah, é que os ensinamentos contém muitos conceitos morais e quase nenhum conceito prático. Durante o tempo em que fui espírita praticante, não encontrei uma pessoa sequer que tivesse conhecimento disso que eu relato, na forma como eu relato. Ou seja, desconhecem como funciona o ‘Sistema’. Depois de algum tempo, cheguei à conclusão de que a maioria das ‘casas espíritas’, senão todas, não passam de ‘casas de chá das cinco’, onde as pessoas se reúnem periodicamente para se lamentar e falar de ‘problemas’. Falam e falam de problemas, mas não falam de soluções, até porque, se os problemas forem solucionados, não haverá mais o ‘chá das cinco’. Sim, porque as pessoas, à medida que tem seus problemas resolvidos, vão cuidar de suas vidas e não retornam mais. Percebe-se claramente que a filosofia não é voltada à solução de problemas, mas à sua manutenção, assim como na medicina, na psiquiatria, na psicanálise e outras tantas terapias e terapeutas.

      Resposta
  6. Drica

    Eduardo, estude vc a FUNDO o que Kardec, André Luiz, Emmanuel, escreveram.Não dependa de opiniões dos outros que se dizem “sabedores”. Eu não conheço ninguém da federação, mas lhe pergunto. Será que eles todos ESTUDARAM A FUNDO a filosofia espírita ou só a leram? ( e mesmo assim ….será que deixaram de fora a influência de dogmas de antigos aprendizados?)
    Primeiro item que lhe passo foi que Kardec disse que a doutrina espírita não está completa, tem muito mais “assuntos” que não foram passados para nós por falta de “maturidade”.
    Olha como tratam o exemplo abaixo e que já nos foi passado:
    Se vc falar em ufologia em um centro espírita muitos vão dizer que vc está louco, mas Kardec no livro “A Genese” fala que há vida fora da terra! No Evangelho Segundo Espiritismo narra “Há muitas moradas na casa de meu pai (Jesus)”, e dá sua explicação. Chico Xavier (ícone do espírita) já falou que existe seres inteligentes fora da Terra e vamos acabar fazendo contato.
    E mesmo assim….é um absurdo comentar de ufologia dentro de certas casas espíritas.
    Do mesmo modo acontece com as “opiniões” que nos dão. ..Depende de pessoa / pessoa.
    Há obsessores(inclusive colocando implantes iguais ao que vc narra)? há!, Há inimigos do passado? pode ser!, Há sofrimento no mundo espiritual? com certeza!…. mas cada caso é um caso. É muito mais complexo do que imaginamos. O “carma” descrito como uma coisa que vc tenha que passar de qlq maneira não existe para a doutrina espírita, é de outra filosofia.
    “Essa vida não é importante …” ????? Como vc vai viver bem lá se agir mal aqui? Tudo está ligado!
    Estamos afundados em um emanhanrado de energias e dimensões onde seres de todos os tipos se esbarram, se influenciam, se ajudam ou se sugam.
    Sempre questione, pesquise sempre e vá atrás do saber mas não critique uma filosofia rica em informações pelas pessoas que as professam erroneamente.

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Drica, o que eu critiquei foram as atitudes de pessoas presunçosas e arrogantes e não a Doutrina Espírita. O trecho onde escrevo: “Esta vida não é importante”, não se refere a uma opinião minha, mas a uma resposta que recebi. Aliás, eu recebi esse tipo de resposta incontáveis vezes, tanto no tempo em que eu era espírita praticante, como em outras muitas vezes que os procurei, em diversos lugares do Brasil onde morei.

      Resposta
        1. Eduardo LBM Autor do post

          Primeiro, eu nem sabia da existência dessas três irmãs, fui dar uma olhadinha na wikipedia para não falar besteira. Sobre o espiritismo, até onde sei, foi codificado por Alan Kardek, mas este não criou nenhuma doutrina e não fundou nenhuma religião. Ele apenas documentou, muito bem documentado, uma serie de fenômenos e ‘conversas’. Mas como sempre, os espertos do ‘sistema’ aproveitaram-se disso e criaram uma doutrina. Lembre-se de que ‘doutrina’ quer dizer isso mesmo, doutrinar alguém, colocar a pessoa dentro de um quadrado para ela pensar somente dentro do quadrado. O mesmo acontece no curso de parapsicologia que você fez: Oitenta por cento do que foi transmitido é válido, correto, verdadeiro, plausível, provado. Mas tem os vinte por cento, que consistem em conceitos que são colocados juntos, sutilmente, e acabam sendo endossados pelos outros 80%. Então, quem faz o curso não percebe mas acaba aceitando alguns conceitos duvidosos como se fossem verdades irrefutáveis. Isso acontece em tudo o mais, até mesmo no Sermão da Montanha, que é ‘atribuído’ a Jesus. É por isso que estou preparando uma matéria que irá se chamar O QUE NÃO ENSINAM NOS CURSOS, para falar exatamente disso.

          Resposta
    1. Ed Ver Dad

      Amigo eduardo, o site não me deu opção de te responder abaixo de sua resposta, por isso estou escrevendo abaixo da resposta da Larissa.

      Concordo com o amigo!, por isso iniciei a conversa dizendo que ainda tenho muitas dúvidas!, Por que não aceito tudo que me passaram !… mas os 80% , fizeram e estão fazendo muita diferença em meu aprendizado!
      Assim como o amigo não tinha conhecimento das irmãs Fox , acredito tambem que não tenha conhecimento que Alan Kardec tambem era um Maçom e perseguia a igreja na época!
      Outra curiosidade sobre Chico Xavier, uma pessoa que eu admiro muito, e o que é dele não podemos tirar, ajudou muitas pessoas, sem cobrar nada em troca!.
      Mas não podemos negar um fato: Num periodo onde Chico ixalava um perfume com apenas um balançar de seus braços!.
      Como ele fazia isso?… com uma mangueirinha embutido em sua camisa e com os braços apertava a bombinha que liberava o perfume!.
      Os antigos lembram disso ! é só pesquisar!
      Chico ouvia mesmo vozes? Sim! isso tambem é fato!… Eram os mortos se comunicando com ele?, Não !
      Segundo a parapsicologia, o que acontece é que quando nós pensamos o nosso corpo vibra e essa vibração é captada por algumas pessoas sensitivas como Chico Xavier, vibrações essas que vinham das pessoas ali mesmo próximo a ele !, É por essa razão que muitos se convenciam estar recebendo mensagens do falecido , por que o que ele escrevia só a pessoa ali presente sabia! , mal sabia a pessoa que o Chico estava lendo seus próprios pensamentos!.
      A Parapsicologia desafia e oferece um premio em dinheiro a qualquer medium que fique afastado 50 metros de distância das pessoas e consiga psicografar alguma coisa , a essa distância não é possivel ouvir as vibrações dos pensamentos das pessoas ali presentes!.

      Resposta
      1. Eduardo LBM Autor do post

        Ed Ver Dad, Veja estes interessantes artigos.
        http://jefferson.freetzi.com/Mat-esp-Parapsi-Espirit.html
        https://sites.google.com/site/oespiritualismoocidental/indice-dos-textos/quevedo1/a-igreja-a-midia-e-a-parapsicologia-ii

        Ao lê-los, você perceberá que essa história dos ’50 metros’ há muito que já foi contestada ‘e derrubada’, pois há um sem número de fenômenos que acontecem muito além dos 50m. Perceberá também que muito do que é ensinado nas escolas de parapsicologia, principalmente no Brasil, à moda ‘Quevedo’ são contestáveis. Há realmente gente séria estudando o assunto. Esse parâmetro dos 50m é muito limitador, encaixotador e portanto, muito conveniente ao sistema. Se formos aceitar isso como uma verdade incontestável, então teremos que jogar no lixo o trabalho de muitos outros cientistas sérios que obtiveram resultados bem além desses parâmetros.

        Ah, minha matéria sobre O QUE OS CURSOS NÃO ENSINAM, já está publicada.

        Resposta
  7. serlon

    bom dia eduardo LBM …todos estes distúrbios passaram a acontecer comigo nos anos 70 eu tinha 12 ou treze anos de idade,logo após eu ter visto um ovet durante o dia,eu já relatei o evento no ovni hoje,não se você leu. um abraço…

    Resposta
  8. vânia

    Obrigada pelo artigo. Tem alguma coisa muito estranha no meu apartamento, meu cachorro tem visto e fica apavorado ou latindo, rosnando…muito. As noites de sono minha e do meu marido tem sido horríveis. Temos pesadelos, sentimos dores físicas, quase que ao mesmo tempo. São pontadas nos tornozelos ou na sola dos pés. Já buscamos ajuda com médicos para o mal estar físico, espiritismo, esoterismo, mas não obtivemos êxito porque continuamos com os problemas. Vi um ovni em 2009 deixei o relato no ovni.hoje. mas antes disto eu já sentia presenças quando ia dormir e cheguei a ver uma energia ( um ser muito alto colocando a mão sobre a minha cabeça), mas este fato não alterou tanto a minha vida na época. Agora está diferente, me sinto desvitalizada. Estou querendo mudar de apartamento não me sinto segura aqui, nunca me senti tão vulnerável como agora.

    Resposta
  9. João Roberto

    Eu só estava esperando alguém escrever o que é a pura realidade. Já vi, senti (essas criaturas) eles me sugaram, (coisas de outra dimensão mesmo) vi minha energia sendo drenada (como se estivesse sendo deformado e esticado) e a forma que usei para me livrar deles foi pedindo que todos seres de luz, meus irmãos que me ajudassem e me protegessem. Mesmo assim eles tentam e tentam (poucas semanas atrás (senti um grande puxão e uma agulhada fortíssima na minha costa), provavelmente são essas criaturas…. que estão muito bravo comigo por não deixarem mais eles me sugarem.

    Resposta
  10. Iolanda Soares Rocha

    Em 2004 me aconteceu algo estranho, não sei dizer se pelo menos um pouco semelhante ao que você descreveu. Estava trabalhando em Belo Horizonte e sempre colocava o relógio para despertar às 6hs. Acordei e não consegui levantar. Meu corpo não obedecia o meu comando. Estava a zero de energia. Eu tentava, tentava e não conseguia me levantar. Rezava, pedia a Deus para me ajudar e nada. Fiquei 1 hora lutando com meu corpo, sem entender nada, até que com muito esforço me arrastei, fui no quarto de minha patroa (estava hospedada na casa dela) avisar que não estava bem e não iria conseguir ir trabalhar. Era uma sexta-feira. voltei pro meu quarto, deitei e “apaguei” por aproximadamente 4 horas. Quando acordei, era como se não tivesse acontecido nada. Viajei para minha cidade, sou do interior, comentei o acontecido com umas duas pessoas e daí… minha vida se tornou uma verdadeira desordem que continua até hoje.

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Obrigado, Iolanda, por colocar seu relato. Um dos motivos de eu ter escrito isso, é para despertar as pessoas de que há algo mais por trás disso, e também para que surjam pessoas interessadas em estudar o fenômeno mais a fundo, ultrapassando conceitos e pré conceitos, indo além das metodologias normalmente empregadas pelos terapeutas, que normalmente só servem para o terapeuta ‘encaixar’ o problema do paciente em uma dessas metodologias ou procedimentos. O que quero, é que apareçam terapeutas que façam mais do que simplesmente ‘encaixar’ o problema do paciente em seus conhecimentos adquiridos na faculdade. Que realmente investiguem, com a mente aberta. que realmente entendam o drama do paciente. Que vejam o paciente como um ser humano e não apenas como ‘mais um’ que irá apenas dar lucro.

      Resposta
  11. pamela

    Oi, Edu!

    Vc fez muito bem em relatar o que muitos evitam de, por ser algo ainda estranho e, por aparentemente serem experiências individuais e muito passíveis de interpretadas como: “imaginação”, “alucinação”, “loucura”, “frescura”, “carência” “perturbação”… Enfim como se fosse uma “incompetência” pessoal pelos demais que ¬ talvez ¬ não as tenham.

    Há algum tempo tenho acordado com sensações estranhas, assustada e com um medo inexplicável. Meu marido, que costuma dormir ao longo de toda noite, esta madrugada em especial tb teve o mesmo tipo de perturbação. Hoje até acordei chorando com um pesadelo que tive: sensações baseadas no medo, perda, solidão e vulnerabilidade.

    Por coincidência o trabalhador autônomo que nos presta alguns serviços gerais nos contou, espontaneamente que, embora ele e a sua mulher durmam bem, esta madrugada acordaram perturbados e até o seu gato, geralmente calmo, danou de miar de madrugada. Irônica e ao mesmo tempo inocentemente alegou ter sido o “calor”, por ter acordado com (mas que “calor’?! É quase inverno e aqui tem feito cerca de 10º madrugada)…

    Os três gatos que alimento, que geralmente aparecem juntos para comer, desta vez custaram a reaparecer e tb, foram comparecendo mais tarde aos poucos, como se tivessem se dispersado entre eles, cada um para um lado e bem longe de onde costumam permanecer (nas imediações do terreno), além de aparentarem estarem todos mais assustados do que o de costume.

    Tem algo estranho no ar, no astral. Algo obviamente muito negativo, numa descrição mais precisa. Sabe-se que as coisas no Brasil não estão boas, mas nos demais países, enfim no planeta Terra, as notícias demonstram que as coisas também não andam bem…

    Será o prenúncio da Terceira Guerra Mundial?!

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Pamela, muito obrigado por compartilhar seu relato, assim vamos formando um arquivo de relatos que servirá de apoio e insumo para que alguns terapeutas se interessem pelo fenômeno. Quanto à sua pergunta, no final do comentário, a tão falada terceira guerra já começou e está em pleno curso há cerca de 60 anos. É uma guerra silenciosa, uma guerra que deixa muitos mortos e muito prejuízo material. É uma guerra que mina aos poucos ou de um só golpe, os recursos de alguns países, sendo que os verdadeiros atingidos, na verdade, não são os países como unidades políticas mas o seu povo, que sofre perdas irreparáveis. É uma guerra eletrônica e ao mesmo tempo, psicológica, atuando em diversas frentes, sendo a principal delas a disseminação de informações sócio educativas (leia-se lavagem cerebral). Outra das frentes é alteração climática, por meios eletrônicos de altíssima tecnologia, mas que não são admitidos nem pelos que estudaram e se formaram em eletrônica (técnicos e engenheiros), afinal estes só acreditam no que aprenderam nas escolas e as escolas só ensinam o que eles precisam aprender. Os resultados dessa guerra, são plenamente visíveis, basta ver o nível de idiotização e emburrecimento das populações em geral, pelo mundo todo. Diante desse quadro, uma guerra à moda antiga, com soldados e armas, quase não fará estragos, porque já resta muito pouco para ser estragado.

      Resposta
  12. Mirra Fênix

    Olá boa noite Eduardo!
    Encontrei seu blog por acaso, confesso que não imaginava deparar com esta matéria.
    Um dos vários episódios foi que desde pequena (aos 3 anos de idade), lembro de estar sentada na calçada e era como se ouvisse alguém no meu ouvido dizer: vai lá, atravessa a rua! E olha que tinha um caminhão saindo exatamente naquele momento, eu parecia em transe. Só não aconteceu o pior porque as outras crianças me seguraram. Eu não conseguia parar.
    Outra vez mais recente, foi um sonho com um homem. Sei a cor da pele dele, o perfume, o gosto… no entanto eu não o conheço. Apenas me lembro dele, eu deitada na cama sem conseguir me mexer e ele deitou por cima de mim. Eu estava debaixo das cobertas e ele por cima eu sentia o seu peso, ai falei pra mim mesma que eu não acreditava que era verdade. Era um pesadelo… aí ele me disse: posso te ouvir, se fosse um pesadelo você não iria sentir minhas mãos na sua. Aí ele apertou minha mão com força e ela ficou dolorida depois. Só quero te dizer que você é minha. Só minha. E aí ele levantou e foi embora, só depois eu consegui me mexer.
    Sonhei outras vezes com ele, e em uma ele me dizia para esperar por ele, que ele estava chegando, que faltava muito pouco para me encontrar.
    Engraçado que sempre acordava muito feliz, me sentindo em paz… bem leve.
    Mas também já passei por outras coisas nem tão agradáveis! Coisas que só quem passa é que sabe, já que o que não podemos ver… nem sempre é aceito somente por sentir.

    Estarei sempre por aqui, continue escrevendo pois a informação ainda é o melhor negócio.

    Namastê!

    Com carinho,

    (Nome do leitor ocultado a pedido do mesmo)

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Amiga, seu comentário merece uma resposta bem elaborada. São duas situações diferentes, a indução ao suicídio e o amante interessante que pede para você esperar. Sensações físicas, como sentir o peso, o toque das mãos, isso já aconteceu comigo e foi bastante assustador. Infelizmente (ou felizmente) ela não me pediu para esperar, hehe. Aguarde, vou estudar um pouco mais sobre essas ocorrências e volto a lhe escrever.

      Resposta
      1. Mirra Fênix

        Eduardo, boa noite!
        Obrigada pela resposta e pelo vídeo. Estou vendo a palestra e estou gostando, ele me responde algumas questões.
        E obrigada pela análise mais detalhada, mas são tantos detalhes… acontecimentos dos quais não tenho uma resposta! Acho que deixaria um psiquiatra louco rsrs (brincadeira rs). Tá bom… no mínimo confuso! rs

        Com carinho,

        (Nome ocultado a pedido da leitora)

        Resposta
    2. Eduardo LBM Autor do post

      Amiga, com relação ao primeiro episódio, regressivos (negativos) com certeza. São seres que se alimentam de nossa energia vital, mas essa energia precisa vir acompanhada de dor, sofrimento, medo, muito medo (energia negativa). Por isso eles nos induzem a ações que causam sofrimento, a nós e a nossos próximos pois assim muita energia negativa é gerada. Para entender melhor essa dinâmica, assista à palestra do Prof Hélio Couto chamada ‘O sexto degrau’, cujo link coloco abaixo. É longa, mas vale à pena assistir completa, mas caso queira ir direto ao assunto, assista a partir de 1:50:00.

      Quanto ao segundo evento, pode ser um ‘desencarnado’ como dizem os espíritas. Alguém que tinha muita afinidade com você, nesta ou em outra vida, e agora se aproximou (ou talvez nunca tenha se afastado). A dinâmica disso, também é explicada na palestra do Hélio Couto. Mas pode ser algo mais grave (não tão grave assim, já que você se sente bem após a ocorrência). Pode ser alguém ‘encarnado’, vivo mesmo, com muito conhecimento de como trafegar pelas dimensões (projeção astral) e que está vindo fazer umas visitinhas para você. Ou seja, ele ‘encarnou’ em você, figurativamente falando. Pode até ser alguém que você conhece e pode também ser um admirador secreto. Pelo sim e pelo não, é melhor se cuidar. Busque conversar com ele, se ele permitir. Busque saber quem é e o que quer. Se ele se recusar ou sonegar informações, então não é boa coisa. Esteja à vontade para questionar mais, se precisar.

      Resposta
  13. Pedro

    Essa noite aconteceu comigo mais uma vez, quero dizer que nunca tinha acontecido nada parecido comigo… Esse ano vem acontecendo, o primeiro pelo que me lembro, algo do tamanho de uma criança estava emcima das minhas costas, e eu não conseguia me mecher e nem gritar, fiquei desesperado, parecia tao real, comecei a “brigar” com “aquilo” que me enforcava o desespero maior parecia q eu não tinha voz, dai eu acordo no mesmo momento em que minha namorada entra no quarto. Esse foi o que eu mas tive medo, mais com o tempo eu comecei a gostar de ficar “paralisado” pois sempre me passava uma coisa boa, eu lembro de um em que estava passando com minha namorada, derrepente um OVNI, joga uma luz em nós e eu me sinto paralisado, so q não fico com medo, fico em uma sensação boa, durante esse tempo paralisado uma voz muita boa de se escutar, me diz coisas muitos boas, e antes de acordar sinto meu corpo formigando e uma sensação de estar flutuando poucos centímetros da cama, acordo com um sorisso. O outro caso acontece, durante a tarde, aparece um ser ao meu lado, e me paralisa, e derrepente começa a me encarar, lembro do meu rosto a centímetros desse ser, so que mesmo assim, não consigo vem o rosto dele, e ele dizia algo sobre minha mãe, não lembro de ser agradável ou se senti medo,,mais lembro de encarar de volta, sem medo algum e derrepente “acordo” e não tinha ninguém lá, o penúltimo caso não me lembro muito bem, mais foi com ET novamente, so me lembro de acordar em uma sala de cirurgia com 3 seres me olhando e eu paralisado naquele sonho, sem conseguir se mexer ou “acorda” e de repente acordo no meu quarto, e eu vejo eles sumindo devagar dali, mais “eles sumindo devagar” acredito que foi imagem da minha cabeça mesmo, enfim, o último caso foi hj a noite acordei as 2:31 da manhã, foi um sonho estranho no começo ao fim, eu estava dirigindo com minha mae, meu irmão e minha namorada no carro… Depois não me lembro como fui parar em uma “nave” ao meu ver e tinha dois seres andando pro lado e pro outro , seres não identificados pois eu so via lizes “pra la e pra ca”, e um deles chegou perto de min e automaticamente abri a boca e ele encostou no meu dente e veio aquela paralisação de nao mecher nada do corpo, mais não deu medo, fiquei com muita raiva disso, pq eu ja tinha lido seus artigos e ja fiquei com aquilo na cabeça de não ser coisas boas, e fiquei querendo lutar e não conseguia e me deu aquela sensação de arrepios, eu queria sair dali e derrepente a última imagem antes de acordar e volta a se mecher foi de 3 grays e eu parecia estar em uma mesa de cirurgia, e daí eu olhei pro meu quarto e eles estavam emcima de min me olhando e foram sumindo devagar, mais sei la estava escuro e parecia aquela imagem projetada pelo meu cérebro… Enfim fiquei com muita raiva disso, pq como li seus artigos não é coisa boa, e estou sem dormir ate agora rs rs rs, parece um caso de abdução esses últimos mais sera q tem alguma ligação das primeiras? Será alguma coisa apenas da minha cabeça? pois no final do ano passado pra cá tenho viciado em ufologia. Bom esses foram os meus relatos, pesso uma ajuda, pq n quero mais passar por isso ou nem algo parecido dnv…

    Resposta
    1. Eduardo LBM Autor do post

      Pedro, eu não sei dizer categoricamente se é ou não coisa boa. Penso que se fosse coisa boa, não precisariam paralisar você. Se fossem amigos, poderiam interagir normalmente e lhe passar informações úteis. Sem querer fazer o papel de terapeuta, posso apenas recomendar que você siga o que eu escrevi no próprio artigo, como forma de evitar os ataques ou o assédio. Releia o artigo a partir do ponto “Como evitar o assédio?”. Eu andei revisando os artigos e acrescentando informações novas. Espero ter sido útil.

      Resposta
  14. José Carlos Gonçalves Silva

    Prezado Eduardo!
    A tempo que desejo algumas respostas a estes acontecimentos estranhos que já passei. Conheci teu blog através do ovni hoje onde sou leitor assíduo, mas nunca deixei nenhum comentário. Mas ao conhecer teu trabalho me senti a vontade para te escrever. Pela primeira vez obtive uma resposta convincente destes “sonhos paralisantes” que sentia comumente. Mas hoje são mais esporádicos. Com certeza, pela que tu mesmo dissestes: pela troca de vibração! Mesmo sem ter conhecimento, mudei minha vida e hábitos e talvez por isso tenho sentido menos perturbações e um sono tranquilo. Espero poder ter mais conhecimento sobre estes assuntos. Compactuo da mesma forma de pensar sobre o que estamos absorvendo da mídia. Acho que nos cegam e tentam nos deixar presos e alienados. Mas temos que tentar nos libertar e espero que através do conhecimento correto, achar uma saída.
    Grande abraço.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s