NEGANDO NOSSA HUMANIDADE

EXTINGUINDO A NOSSA AUTO ESTIMA

Os parágrafos abaixo são resultado de observações pessoais. Não fui pesquisar a fundo para escrevê-los e creio que é desnecessário, pois os conceitos apresentados estão muito na cara. Qualquer pessoa com um pouco mais de experiência de vida e que já tenha vencido a lavagem cerebral imposta pelo sistema e pelas religiões, consegue perceber que há algo de muito errado nessa sociologia que nos é aplicada. Só não enxerga quem não quer enxergar e prefere ficar com as respostas prontas fornecidas pelo sistema.


voce-tem-culpa-de-que_TheWhiteLightPecadores imundos

A religião nega o nosso direito à vida, pois está sempre acenando com uma ‘vida melhor’ para depois da morte, sempre num tempo e lugar distante da realidade. Nega nossos valores humanos mais nobres pois nos coloca como seres carregados de culpa e pecado e desmerecedores da compaixão divina. Nega o nosso livre arbítrio e nossa capacidade de pensar e decidir, pois coloca que temos que ‘implorar’ a compaixão e a piedade de uma divindade que nunca vimos e nem nunca vamos ver, mas que tem o poder de decidir se somos ou não merecedores de alguma coisa. Nega a nossa divindade bem como nossa capacidade e poder criativos ao colocar que somos meras ‘criaturas’ criadas por um criador que pode tudo, sabe tudo e está em tudo, tem amor e compaixão infinitas, mas nos manda direto pro inferno se cometermos qualquer pequena heresia, do ponto de vista dEle, é claro.


hqdefaultMeros macacos

A história nega a nossa capacidade e inteligência, pois equipara nossos antepassados, e por extensão a nós mesmos no presente, a animais burros, toscos, rudes e primitivos que não sabem sequer construir abrigos, tem que viver em cavernas. A história nos coloca quase como seres inferiores aos macacos, pois os macacos vivem em bando, tem uma organização social, tem uma hierarquia, há um líder que é respeitado e são unidos nas questões mais importantes de sobrevivência, como a busca por alimento, proteção às fêmeas e aos filhotes, vigília para perceber a aproximação de predadores, etc.


ramadanAdoradores primitivos

A arqueologia nega aos nossos antepassados a capacidade de organização social, política, comércio, navegação, etc., pois nos coloca como meros adoradores bestificados e primitivos de algum tipo de divindade e cuja atividade principal, além da exigência de adoração, era ‘sacrifícios humanos’. Perceba que quase todos os achados arqueológicos são classificados como de cunho religioso. Se encontram algo parecido com uma mesa, esta provavelmente era utilizada para algum ritual de sacrifício humano. Se encontram algum objeto, este provavelmente era parte de algum ritual religioso. Se encontram alguma estátua ou estatueta, era alguma divindade adorada pelos ‘primitivos’ que ali viviam. Será que os povos antigos não tinham mais nada o que fazer na vida além de ficar o dia inteiro com a cara no chão e o cu prá cima adorando algum tipo de divindade? Não tinham comércio, não tinham navegação, não tinham organização social e política, não tinham outras formas de lazer, não tinham nenhum outro tipo de interesse? Suas poucas atividades se resumiam a adoração religiosa?


fetoSopa primordial

A ciência nos reduz a simples seres biológicos, um amontoado de compostos químicos baseados em carbono e com processos internos que se formaram e evoluíram por puro acaso. Nega portanto a nossa humanidade e nossos valores mais humanos, reduzindo-nos a aglomerados de células que evoluiu a partir de uma ‘sopa primordial’ sem que tenha havido um princípio inteligente e auto organizador no processo. O grande problema dessas explicações ‘científicas oficiais’ é que elas excluem um possível criador da equação. Elas também excluem a própria vida, como entidade autônoma auto consciente e inteligente, pois reduzem a vida a um aglomerado de células, compostos a base de carbono e aminoácidos. A vida não é um aglomerado de células constituídos de compostos orgânicos. Esses compostos formam uma estrutura que dá suporte à vida para que a vida possa se manifestar no ambiente físico, material, tridimensional. A vida propriamente dita está muito além da nossa compreensão e não temos ainda como explicá-la, mas reduzi-la a um aglomerado de células que se organizaram a partir de uma sopa primordial ou do barro é uma forma muito conveniente de endossar o materialismo puro.


joao-de-barroPolegares opositores

A teoria da evolução nega nossa humanidade, pois nos coloca como descendentes de primatas que evoluíram, aprenderam a utilizar seus ‘polegares opositores’ e agora, milhões de anos depois, aprenderam a construir abrigos. O curioso nessa colocação, é que os animais há milhões de anos sempre souberam construir seus próprios abrigos, sempre tiveram organizações sociais complexas. Toda aquela baboseira levantada por um sujeito chamado Darwin, na darwin-macacoverdade sua melhor utilidade foi servir para endossar a Teoria Econômica de Adam Smith, uma teoria que exclui da equação a palavra ‘cooperação’ e dá especial destaque à palavra ‘competição’. Teoria da Evolução e Seleção das Espécies, que foi proposta por um cético e ateu chamado Darwin e que por si só chegou a esta conclusão em uma época que não tinha ninguém com conhecimento científico à altura para contrapor seus métodos de pesquisa, a não ser a igreja com a “teoria divina” que por não possuir provas concretas fez com que os estudos de Darwin tomasse relevo com esta piada.


Resumindo: cada ramo das ciências humanas, Filosofia ou Religião tem uma teoria ou postulado que tem como finalidade primária diminuir ou minimizar os seres humanos e sua humanidade, bem como seus valores mais nobres. Os piores são as religiões: baseiam-se em supostos ‘escritos’ deixados no longínquo passado por um ser divino ou celestial ou ainda escritos ‘inspirados por deus’ cujo principal objetivo é incutir em seus seguidores o sentimento de culpa através do conceito de pecado e com isso extinguir no ser humano sua auto estima e seu senso de valor próprio.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s