E-BOOKS FOR FREE DOWNLOAD

The books whose links I provide here can be freely downloaded. However, if I receive any notification of copyright infringement, the book in question will be removed from the list. The summary descriptive language is the language in which the book is written.

Os livros cujos links disponibilizo aqui, podem ser baixados livremente. Entretanto, se eu receber alguma notificação sobre violação de direitos autorais, o livro em questão será retirado da lista. O idioma do descritivo sumário é o idioma no qual o livro está escrito. 


A-energia-psiquica1 – A Energia Psíquica – Carl Gustav Jung.pdf

Livro. Tamanho: 610 Kbytes

É,  sobretudo,  o  capítulo  “Considerações  teóricas  sobre  a  natureza  do  psíquico”  que  nos  permite  conhecer  o  ponto  de  vista  epistemológico  do  autor.  Nesse  trabalho são analisados os conceitos de “consciência” e “inconsciente” na sua evolução histórica e  em  sua  vinculação  com  o  conceito  de  instinto. Esta  questão  preocupava  Jung  já desde 1919, como se pode deduzir de seu escrito “Instinkt und Unbewusstes” [“Instinto e  inconsciente”].  O  resultado desses  estudos  lhe  proporcionaram  as  bases  para  a  sua teoria dos arquétipos.


a-fisica-da-alma2 – A Física da Alma – Amit Goswami.pdf

Livro. Tamanho: 2.8 Mbytes

O difícil problema da idéia de reencarnação foi resolvido. Alguém interessado? Os filósofos sempre tropeçaram na hipótese da reencarnação porque não conseguiam perceber como responderiam à pergunta crítica: o que transmigra de um corpo encarnado para outro, de tal modo que se pode dizer que formam ambos uma continuidade, e como isso acontece? A resposta popular de uma alma que trans migra não é astuta, do ponto de vista filosófico, por causa da dualidade envolvida: como a alma não material interage com o corpo físico?


a-matriz-divina3 – A Matriz Divina – Gregg Braden.pdf

Livro. Tamanho: 2.3 Mbytes

“Toda matéria se origina e existe apenas em virtude de uma força. […] Devemos supor que por trás dessa força exista uma Mente consciente e inteligente. Essa Mente é a matriz de toda a matéria.” (Max Planck, 1944). Com essas palavras, Max Planck, o pai da teoria quântica, descreveu o campo de energia universal que conecta toda a criação: a Matriz Divina. A Matriz Divina é o nosso mundo. Também é cada coisa no nosso mundo. É o nós, e tudo o que amamos, odiámos, criamos e experimentamos. Vivendo na Matriz Divina, somos como artistas expressando nossas paixões, medos, desejos e mais íntimos sonhos na essência misteriosa de uma tela quântica. Mas essa tela somos nós, como também somos as imagens na tela. Somos a pintura e também o pincel.


analise-transacional4 – Análise Transacional – Eric Berne.pdf

Apresentação em slides. Tamanho: 932 Kbytes

As pessoas realizam Jogos Psicológicos obedecendo a regras específicas como em qualquer outro jogo. Porém, nos Jogos Psicológicos não há ganhadores; todos perdem, seu final é sempre negativo. Cada pessoa procura parceiro para seu jogo, e, com frequência, os Jogos são repetitivos; muda-se o ambiente, mas fica-se com a impressão de ter sentido a mesma coisa antes.  SE OS JOGOS SÃO NEGATIVOS, POR QUE AS PESSOAS JOGAM? Para reforçar antigas decisões da infância (crenças a respeito de si e dos outros)  Para obter atenção, ainda que negativas. Para reforçar a posição existencial.  Para reforçar a posição existencial. Para evitar as situações temidas, tais como: intimidade, sucesso. Para dar andamento ao script.


ArchetypesCollectiveUnconscious5 – Archetypes and the Collective Unconscious – Carl Gustav Jung.pdf

Book. File size: 296 Kbytes

Classic psychology cannot cope with an explanation of the nature of archetypes and the collective unconscious in terms of Carl G. Jung. In explanation of these phenomena we can use, however, quantum psychology which takes the paradigm of electronic processes of life that accepts quantum processes occurring in the receptor cells and tissues. This model goes back to the Quantum Foundations, and believes that a living system is an electronic device capable of recording information by electronic means.


crystallizing-public-opinion6 – Crystallizing Public Opinion – Edward Bernays.pdf

Book. File size: 5.8 Mbytes

THE GROUP AND HERD ARE THE BASIC MECHANISMS OF PUBLIC CHANGE. The institutions that make public opinion carry on against a background which is in Itself a controlling factor. The real character of this controlling background we shall take up later. Let us first consider some examples that prove Its existence then we can look into its origin and its standards. Powerful standards control the very institutiosns which are supposed to help form public opinion. It is necessary to understand the origin, the working and the strength of these institutions in order to understand the institutions themselves and their effect upon the public.


deuses-do-eden7 – Deuses do Éden – William Bramley.pdf

Livro. Tamanho: 1.1 Mbytes

A Busca Começa Quando inicialmente comecei a pesquisar as origens da guerra humana, certamente a última coisa na minha mente eram os Objetos Voadores não Identificados, melhores conhecidos como UFOs. As muitas revistas sobre discos voadores que uma vez se apresentaram nas prateleiras eram, na minha opinião, não merecedoras de séria consideração. Eu também não sentia que o fenômeno UFO fosse terrivelmente importante até mesmo se houvesse evidência de uma raça extraterrestre. Resolver os problemas da guerra aqui embaixo na Terra e o sofrimento humano me pareciam muito mais importantes do que arguir se existiriam ou não “homenzinhos verdes de Marte” que ocasionalmente poderiam estar visitando a Terra.


deuses-do-eden8-Gods of Eden – William Bramley-pdf

Book. File size: 2.8 Mbytes

WHEN I FIRST began researching the origins of human warfare, certainly the furthest thing from my mind were Unidentified Flying Objects, better known as “UFOs.” The many flying saucer magazines which once graced the newsstands were, in my opinion, not worthy of serious consideration. I also did not feel that the UFO phenomenon was terribly important even if it was evidence of an extraterrestrial race. Solving the down-to-earth problems of war and human suffering seemed so much more important than arguing over whether or not “little green men from Mars” might occasionally be visiting Earth. I began researching this book in 1979; however, my desire to see an end to war arose much earlier in life, at just about the age of eight. Back then, war movies were…


engineering-of-consent9 – Engineering of Consent – Edward Bernays.pdf

Excerpt. File size: 61 Kbytes

FREEDOM of speech and its democratic corollary, a free press, have tacitly expanded our Bill of Rights to include the right of persuasion. This development was an inevitable result of the expansion of the media of free speech and persuasion, denned in other articles in this volume. All these media provide open doors to the public mind. Anyone of us through these media may influence the attitudes and actions of our fellow citizens. Unfotunetelly, this is not the book, but only five of its pages. If you have the entire book in PDF format, please, let me know.


games-people-pay10- Games People Play – Eric Berne.pdf

Book. File size: 610 Kbytes

THIS book is primarily designed to be a sequel to my book Transnational Analysis in Psychotherapy, but has been planned so that it can be read and understood independently. The theory necessary for the analysis and clear understanding of games has been summarized in Part I. Part II contains descriptions of the individual games. Part III contains new clinical and theoretical material which, added to the old, makes it possible to understand to some extent what it means to be game-free. Those desiring further background are referred to the earlier volume. The reader of both will note that in addition to the theoretical advances, there have been some minor changes in terminology and viewpoint based on further thinking and reading and new clinical material.


genesis-revisitado11 – Gênesis Revisitado – Zecharia Sitchin.pdf

Livro. Tamanho: 1.1 Mbytes

As últimas décadas do século 20 testemunharam um avanço do conhecimento humano de difícil compreensão. As conquistas em cada campo da ciência e da tecnologia já não são medidas em séculos ou décadas, mas em anos ou meses, e parecem sobrepujar as realizações alcançadas pelo homem no passado. Mas uma pergunta se faz necessária: A humanidade saiu da Idade Média, alcançou o Século das Luzes, conheceu a Revolução Industrial e entrou na era da alta tecnologia, da engenharia genética e dos voos espaciais apenas para alcançar o antigo conhecimento? Durante muitas gerações, a Bíblia e seus ensinamentos serviram como uma espécie de âncora para as perguntas empreendidas pelo homem. Mas a ciência moderna nos desorientou particularmente no confronto entre as teorias evolucionistas e a Criação. Neste livro, tento demonstrar que o conflito é infundado e que o Gênesis e suas fontes refletem os mais altos níveis do conhecimento científico.


Limbic-System12 – Limbic System – Naiphinich Kotchabhakdi.pdf

Slide show. File size: 4.6 Mbytes

Reflecting on the earlier work of Cannon, Bard, and others, American neurologist James Papez proposed that there is an ‘emotion system,’ lying on the medial wall of the brain, that links the cortex with the hypothalamus. Papez believed that the experience of emotion was determined by activity in the cingulate cortex and, less directly, other cortical areas. Emotional expression was thought to be governed by the hypothalamus. The cingulate cortex projects to the hippocampus, and the hippocampus projects to the hypothalamus by way of the bundle of axons called the fornix. Hypothalamic effects reach the cortex via a relay in the anterior thalamic nuclei.


marketing-e-arquetipos13 – Marketing e Arquétipos  – Hélio Couto.pdf

Livro. Tamanho: 2.8 Mbytes

O tema deste livro é o controle da mente, das emoções e do comportamento de qualquer número de pessoas, em qualquer área de atuação humana. Este é um livro sobre vendas no seu mais amplo sentido. Alguns conceitos e definições serão repetidos várias vezes, como técnica pedagógica para memorização do leitor. Principalmente abordaremos a parte emocional da questão e um pouco a mental. A emocional é a mais importante, porque o consumidor toma as decisões de maneira emocional. Através dele é possível controlar todo o comportamento. Quanto ao mental, basta repetir alguma coisa n vezes, que o consumidor acaba acreditando que é verdade. Por exemplo: ouço coisas como: “preço mais baixo do que o custo de fábrica”!!!


O-12-PLANETA14 – O 12º Planeta (1976) – Zecharia Sitchin.pdf

Livro. Tamanho: 6.2 Mbytes

A fonte fundamental dos versos bíblicos citados neste livro é o Antigo Testamento em seu original em hebraico. Dever-se-á ter sempre presente no espírito que todas as traduções consultadas das quais as principais se encontram listadas no fim do livro, são apenas isso: traduções ou interpretações. Na análise final, o que conta é o que nos diz o original hebraico. Na versão final citada em O Décimo Segundo Planeta comparei as traduções disponíveis umas com as outras, primeiro; depois, com a fonte hebraica, e, finalmente, com os textos sumérios e acádios para trazer à luz aquela que penso ser a mais precisa tradução.


The_Lost_Book_of_Enki15 – The Lost Book of Enki – Zecharia Sitchin.pdf

Book. File size: 968 Kbytes

Some 445,000 years ago, astronauts from another planet came to Earth in search of gold. Splashing down in one of Earth’s seas, they waded ashore and established Eridu, “Home in the Faraway.” In time the initial settlement expanded to a full-fledged Mission Earth with a Mission Control Center, a spaceport, mining operations, and even a way station on Mars. Short of manpower, the astronauts employed genetic engineering to fashion Primitive Workers Homo sapiens. The Deluge that catastrophically swept over the Earth required a fresh start; the astronauts became gods, granting Mankind civilization, teaching it to worship. Then, about four thousand years ago, all that had been achieved unraveled in a nuclear calamity, brought about by the visitors to Earth in the course of their own rivalries and wars.


O_Livro_Perdido-Enki16 – O Livro Perdido de Enki – Zecharia Sitchin.pdf

Livro. Tamanho: 924 Kbytes

Faz 445.000 anos que astronautas de outro planeta chegaram à Terra em busca de ouro. Depois de aterissar em um dos mares da Terra, desembarcaram e fundaram Eridú, “Lar na Lonjura”. Com o tempo, o assentamento inicial se estendeu até converter-se na flamejante Missão Terra, com um Centro de Controle de Missões, um espaço-porto, operações mineiras e, inclusive, uma estação orbital em Marte. Escassos de mão de obra, os astronautas utilizaram a engenharia genética para criar os Trabalhadores Primitivos – o Homo sapiens. Mais tarde, o Dilúvio varreu a Terra em uma imensa catástrofe que fez necessário um novo começo; os astronautas se converteram em deuses e concederam a civilização à Humanidade, transmitindo-lhes através do culto. Depois, faz uns quatro mil anos, todo o conseguido se desmoronou em uma catástrofe nuclear provocada pelos visitantes no transcurso de suas próprias rivalidades e guerras.


o-campo17 – O Campo – Lynne McTaggart.pdf

Livro. Tamanho: 1.8 Mbytes

COMECEI A ESCREVER ESTE LIVRO HÁ OITO ANOS, quando não parava de me deparar com milagres ao longo do meu trabalho. Não estou me referindo a milagres no sentido comum do termo, quando o mar se abre ou pães se multiplicam, mas no sentido de terem violado por completo a maneira como pensamos que o mundo funciona. Os milagres com os quais me defrontei diziam respeito a sólidas evidências científicas relacionadas a métodos de cura que zombam de todas as nossas noções de biologia. Descobri, por exemplo, alguns bons trabalhos sobre homeopatia. Pesquisas aleatórias, duplamente cegas e controladas por placebos, o padrão de ouro da medicina científica moderna, demonstraram que é possível pegar uma substância, diluí-la a ponto de não restar nenhuma molécula dela, dar essa diluição, que agora nada mais é do que água, a um paciente e este se recuperar. Descobri pesquisas semelhantes em relação à acupuntura; foi verificado, em trabalhos sérios, que introduzir agulhas finas em certos pontos do corpo ao longo dos chamados meridianos de energia melhora determinados problemas.


o- tao-da-fisica18 – O Tao da Física – Fritjof Capra.pdf

Livro. Tamanho: 9.0 Mbytes

Na história do pensamento humano os desenvolvimentos mais fecundos ocorrem, de um modo geral, quando duas correntes totalmente distintas se encontram. Estas correntes podem radicar em zonas bastante diferentes da cultura humana, em tempos ou meios culturais diferentes, ou até em diferentes tradições religiosas; assim, se de facto se chegam a encontrar, ou seja, se de facto são pelo menos tão aparentadas que uma verdadeira relação possa ter lugar, só se pode esperar que novos e estimulantes progressos se sigam.  Werner Heisenberg


o-universo-autoconsciente19 – O Universo Autoconsciente – Amit Goswami.pdf

Livro. Tamanho: 12.1 Mbytes

Ao tempo em que fazia curso de graduação e estudava mecânica quântica, eu e meus colegas passávamos horas discutindo assuntos esotéricos do tipo: poderá um elétron estar realmente em dois lugares ao mesmo tempo? Eu conseguia aceitar que um elétron pudesse estar em dois lugares ao mesmo tempo; a mensagem à a matemática quântica, embora cheia de sutilezas, é inequívoca a esse respeito. Mas um objeto comum, digamos, uma cadeira ou uma mesa, objetos que denominamos de “reais”, comporta-se também como um elétron? Será que se transforma em ondas e começa a espalhar-se à maneira inexorável das ondas, em todas as ocasiões em que não o estamos observando?


propaganda20 – Propaganda – Edward Bernays.pdf

Book. File size: 366 Kbytes

THE conscious and intelligent manipulation of the organized habits and opinions of the masses is an important element in democratic society. Those who manipulate this unseen mechanism of society constitute an invisible governmentwhich is the true ruling power of our country. We are governed, our minds are molded, our tastes formed, our ideas suggested, largely by men we have never heard of. This is a logical result of the way in which our democratic society is organized. Vast numbers of human beings must cooperate in this manner if they are to live together as a smoothly functioning society.


science-and-the-akashic-field21 – Science and the Akashic Field – Ervin Laszlo.pdf

Book. File size: 961 Kbytes

Mystics and sages have long maintained that there exists an interconnecting cosmic field at the roots of reality that conserves and conveys information, a field known as the Akashic record. Recent discoveries in vacuum physics show that this Akashic field is real and has its equivalent in science’s zero-point field that underlies space itself. This field consists of a subtle sea of fluctuating energies from which all things arise: atoms and galaxies, stars and planets, living beings, and even consciousness. This zero-point Akashic-field or “A-field” is the constant and enduring memory of the universe. It holds the record of all that ever happened on Earth and in the cosmos and relates it to all that is yet to happen.


sim-os-deuses-eram-astonautas22 – Sim, Os Deuses Eram Astronautas – Erich Von Daniken.pdf

Livro. Tamanho: 5.4 Mbytes

Aconteceu há cerca de 55 anos na escola primária da cidade de Schaffhausen, na Suíça. Eu estava com dez anos de idade e ouvi nosso professor de religião afirmar que no Céu acontecera uma luta. Um dia, o arcanjo Lúcifer teria se apresentado com suas hostes angelicais diante do trono do bom Deus e declarado: Não Te servimos mais! Então, Deus Todo-Poderoso teria ordenado ao forte arcanjo Miguel que jogasse Lúcifer para fora do Céu com seus insubordinados. Miguel executou essa missão com uma espada flamejante. A partir de então, segundo nosso professor de religião, Lúcifer teria se transformado em Diabo, e todos os seus seguidores estariam ardendo no Inferno.


The-End-of-Days23 – The End of Days – Zecharia Sitchin.pdf

Book. File size: 6.1 Mbytes

“When will they return?” I have been asked this question countless times by people who have read my books, the “they” being the Anunnaki, the extraterrestrials who had come to Earth from their planet Nibiru and were revered in antiquity as gods. Will it be when Nibiru in its elongated orbit returns to our vicinity, and what will happen then? Will there be darkness at noon and the Earth shall shatter? Will it be Peace on Earth, or Armageddon? A Millennium of trouble and tribulations, or a messianic Second Coming? Will it happen in 2012, or later, or not at all?


the-function-of-the-orgasm24 – The Function of The Orgasm – Wilhelm-Reich.pdf

Book. File size: 16.4 Mbytes

In the death of Wilhelm Reich, the emotional plague claimed its most formidable opponent. Throughout all of recorded history those who had been killed by the effects of this specifically human disease were invariably its “innocent” victims. Reich, however, did not become a victim innocently. He was the first man to deliberately study and satisfac­torily understand the biopathological basis of this scourge which is created by the suppression of genital love life on a mass scale. Throughout his entire life, he sought a practical method of combatting it. He never failed to draw attention to the fact that the emotional plague was the one enemy of man which, unless accurately understood and effectively fought, would make impossible the elimination  of the agony of the child, the adolescent, and of the masses of biophysi­cally and emotionally sick human beings.


the-psychological-types25 – The Psychological Types – Carl Gustav Jung.pdf

Book. File size: 178 Kbytes

In the following pages I shall attempt a general description of the types, and my first concern must be with the two general types I have termed introverted and extraverted. But, in addition, I shall also try to give a certain characterization of those special types whose particularity is due to the fact that his most differentiated function plays the principal role in an individual’s adaptation or orientation to life. The former I would term  general attitude types, since they are distinguished by the direction of general interest or libido movement, while the latter I would call function types.


Arquetypes-unconcious26 – Archetypes – Jung – Article 1.pdf

Article. File size: 196 Kbytes

Knowledge of the collective unconscious is essential in order to use the symbolic content of dreams and visions in a fruitful way. Without this knowledge, the symbolism lacks its true meaning and appears simply as a way to deal with the immediate stresses of everyday life. This results in indifference to the guidance available from the vast reservoir of wisdom and intelligence contained within the collective unconscious In order to help facilitate the therapeutic use of dreams and symbols we will first look at the difference between the personal and the collective unconscious and then explore symbols and their role in communication between the former and the latter. We will then examine the nature of archetypes and archetypal symbolism and attempt to understand how they relate to the healing process.


mother-goddess-earth27 – Archetypes – Jung – Article 2.pdf

Article. File size: 308 Kbytes

The concept of Great Mother belongs to the field of comparative religion and embraces widely verying types of mother-godeess. The concept itself is of no immediate concern to pshychology, because the image of a Great Mother in this form is rarely encountered in pratice, and then only under very special conditions. The symbol is obviously a derivative of the Mother Archetype. If we venture to investigate the background of the Great Mother image from the standpoint of psychology, then the Mother archetype, as the more inclusive of the two, must form the basis of our discussion. Though lengthy discussion of the concept of an archetype is hardly necessary at this stage, some preliminary remarks of a general nature may not be out of place.


the-new-psychology-of-love28 – The New Psychology of Love – Helen Fisher.pdf

Article (Summary). File size: 5.8 Mbytes

“Since the heaven and earth were created, you were made for me and I was made for you and I will not let you go,” declared Chang Po to his beloved Meilan. The Chinese still cry over this twelfth century Chinese fable, ‘The Jade Goddess,” their version of Romeo and Juliet. “My beloved, the delight of my eyes,” exclaimed Inanna of her beloved Dumuzi in a Sumerian poem recorded some four thousand years ago. An anonymous Kwakiutl Indian of southern Alaska recited these words in 1896: “Fires run through my body, the pain of loving you.


Triune-Brain-Theory29 – The triune brain – John S. Price – Article.pdf

Article. File size: 5.6 Mbytes

Paul MacLean described three “contral processing assemblies” in the neomammalian, paleomammalian, and reptilian brains that make decisions about responses to environmental social events relatively independently. In this chapter, I apply this model to explaining the two alternative strategies of escalation (fight) and de-escalation (escape or submission). At the neomammalian level there is a conscious, rational decision either to fight or give in. At the paleomammalian level which relates to emotions and the limbic system, there is deployment of either the escalatory emotions of anger, exhilaration, and so on, or of the de-escalation emotions of fear, depression, shame, etc.


Triune-bain30 – The triune brain – Paul D. MacLean – Article.pdf

Article. File size: 44 Kbytes

There is a saying that something does not exist until you give it a name. There has, of course, always been a gulf between generations, but call it by any other name, none would be more expressive for our times than “the generation gap.” As with the familiar spark plug, the word gap implies a critical distance. Too wide or small a gap, and the whole social  engine breaks down. The ever-critical need for an evolving and thriving society is just the right gap for sparking constructive ideas. For those of us on the older side, the problem is not just the gap but also the gas mixture. The bright spark of youth is making this increasingly clear. In calling for a cultura l tune-up, young people insist that it is primarily pollution from the mixture of out-worn political, social, and commercial ideas that destroys our environment, poisons human relationships, and threatens atomic blistering of the whole world.


a-general-introduction-to-psychoanalysis31 – A General Introduction to Psychoanalysis – Sigmund Freud.pdf

Book. File size: 4.7 Mbytes

This edition is a derivative work of “Introduction to Psychoanalysis”, one of the most famous works of Sigmund Freud, calculated for a wide readership. In its first part (from 1st to 28th lecture) Freud enthusiastically outlines his approach to the unconscious, dreams, the theory of neuroses and some technical issues in the form in which it was formulated at the time of reading the lectures in Vienna in 1916-1917. From some positions outlined here Freud subsequently refused, many supplements and develops or revises in his later works. The second part (“new lecture series, from 29th to 35th) has never been read before to public, it features a different style of presentation, sometimes requiring the reader to training, sometimes polemical.


Mascaras-de-Deus32 – As Máscaras de Deus – Joseph Campbell.pdf

Vol II – Mitologia Oriental – Tamanho: 13.7 Mbytes

O mito do eterno retorno, que continua sendo essencial na vida oriental, revela uma ordem de formas imutáveis que surgem e ressurgem ao longo do tempo. A rotação diária do sol, o minguar e o crescer da lua, o ciclo do ano e o ritmo de nascimento, morte e renascimento no mundo orgânico, representam um milagre de surgimento contínuo, fundamental à natureza do universo. Todos conhecemos o mito arcaico das quatro idades do ouro, da prata, do bronze e do ferro em que o mundo é mostrado em seu declínio, sempre para pior. Em seu devido tempo ele se desintegrara no caos, apenas para ressurgir, viçoso como uma flor, e recomeçar espontaneamente seu curso inevitável. Jamais houve um tempo em que não houvesse tempo. Tampouco haverá um tempo em que esse jogo caleidoscópico da eternidade no tempo deixe de existir.


porque_amamos33 – Por Qué Amamos – Helen Fisher.pdf

Libro. Tamaño del archivo: 1.6 Mbytes

«¿Qué es el amor?», se preguntaba Shakespeare. Pero el ilustre bardo no fue el primero en hacerlo. Sospecho que hace un millón de años nuestros antepasados ya reflexionaban sobre esta cuestión, cuando se sentaban alrededor de las hogueras o se tumbaban a contemplar las estrellas: En este libro he tratado de responder a esta pregunta aparentemente sin respuesta. Varios motivos me han llevado a hacerlo. He amado y ganado, y he amado y perdido; he experimentado la alegría y el sufrimiento del amor romántico. Por otra parte, tengo el convencimiento de que esta pasión es una de las piedras angulares de la vida social humana; la certeza de que todo ser humano de cualquier época ha sentido el frenesí y la desesperación del amor romántico; y, lo que quizas sea más importante, la seguridad de que una mejor comprensión de este torbellino puede ayudar a encontrar y a mantener esta gloriosa pasión.


the-stairway-to-heaven34 – The Stairway to Heaven – Zecharia Sitchin.pdf

Book. File size: 6.3 Mbytes

There was a time (our ancient scriptures tell us) when Immortality was within the grasp of Mankind. A golden age it was, when Man lived with his Creator in the Garden of Eden, Man tending the wonderful orchard, God taking strolls in the afternoon breeze. “And the Lord God caused to grow from the ground every tree that is pleasant to the sight and good for eating; and the Tree of Life was in the orchard, and the Tree of Knowing good and evil. And a river went out of Eden to water the garden, and from there it was parted and became four principal streams: the name of the first is Pishon… and of the second Gihon… and of the third Tigris… and the fourth river is the Euphrates.”


The-Wars-of-Gods-and-Men35 – The Wars of Gods and Men – Zecharia Sitchin.pdf

Book. File size: 5.4 Mbytes

Long before man warred with man. the gods battled among themselves. Indeed, it was as the Wars of the Gods that the Wars of” Man began. And the Wars of the Gods, for control of this Earth, had begun on their own planet. It was thus that mankind’s first civilization succumbed to a nuclear holocaust. This is fact, not fiction; it has all been written down long ago, in the Earth Chronicles. In the spring of 1947, a shepherd boy searching for a lost sheep in the barren cliffs overlooking the Dead Sea, discovered a cave that contained Hebrew scrolls hidden inside earthenware jars. Those and other scrolls found in the area in subsequent years, collectively spoken of as the Dead Sea Scrolls, had lain undisturbed for nearly two thousand years, carefully wrapped and hidden away during the turbulent years when Judea challenged the might of the Roman empire.


O-homem-e-seus-simbolos36 – O Homem e seus Símbolos – Carl Gustav Jung

C G Jung – O Homem e seus Simbolos parte 1.doc

C G Jung – O Homem e seus Simbolos parte 2.doc

C G Jung – O Homem e seus simbolos parte 3.doc

C G Jung – O Homem e seus simbolos parte 4.doc

Documento do Word em quatro partes. Tamanho total: 15.3 Mbytes

Não fora um sonho e este livro não teria sido escrito. Este sonho, descrito na Introdução, convenceu Jung de que ele poderia e, na verdade, deveria, expor suas idéias aos que não têm qualquer noção de psicologia. Aos 83 anos, Jung concebeu este livro, inclusive as seções que entregou aos cuidados dos seus quatro mais próximos discípulos. Dedicou os últimos meses da vida a editar esta obra e a redigir o capítulo chave, por ele assinado. E terminou apenas dez dias antes de morrer.


Luta-pela-mente37 – Luta pela Mente – William Sargant.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1,3 Mbytes

Este livro, de William Sargant, traz revelações importantíssimas sobre o funcionamento da mente humana e sua manipulação por políticos e sacerdotes. Não se apoia apenas em especulações teóricas de gabinete, mas em experimentos concretos realizados por Pavlov, Freud, vários psiquiatras e, principalmente, por ele próprio.  Com o auxílio do historiador Robert Graves, demonstra como a conquista de cérebros, longe de ser uma atividade recente, é uma prática existente desde a antiguidade.


A-Natureza-da-Psique38 – A Natureza da Psique – Carl Gustav Jung.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1,16 Mbytes

Este ensaio foi escrito em 1916. Recentemente foi descoberto por estudantes do Instituto C. G. Jung de Zurique e impresso, como edição privada, em sua versão original provisória, porém traduzida para o inglês. A fim de preparar o manuscrito para a impressão definitiva, retoquei-o estilisticamente, respeitando-lhe, porém, a ordem principal das ideias e a inevitável limitação de seu horizonte. Depois de vinte e dois anos, o problema nada perdeu de sua atualidade, embora sua apresentação precise de ser complementada ainda em muitos pontos, como bem o pode ver qualquer um que conheça a matéria. Infortunadamente, minha idade avançada não me permite assumir esta considerável tarefa. Portanto, o ensaio poderá ficar, com todas as suas imperfeições,como um documento histórico.


AS_OPINIOES_E_AS_CRENCAS39 – As Opiniões e as Crenças – Gustave Le Bon.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1,25 MBytes

Tão irredutível quanto a necessidade de crer, a necessidade de explicações acompanha o homem desde o berço até ao túmulo. Ela contribuiu para criar os seus deuses e diariamente determina a gênese de numerosas opiniões. Essa necessidade intensa facilmente se satisfaz. As respostas mais rudimentares são suficientes. (…) Sempre ávido de certezas definitivas, o espírito humano guarda muito tempo as opiniões falsas fundadas na necessidade de explicações e considera como inimigos do seu repouso aqueles que as combatem. O principal inconveniente das opiniões baseadas em explicações errôneas é que, admitindo-as como definitivas, o homem não procura outras. Supor que se conhece a razão das coisas é um meio seguro de não a descobrir. A ignorância da nossa ignorância tem retardado de longos séculos os progressos das ciências e ainda, aliás, os restringe. A sede de explicações é tal que sempre foi achada alguma para os fenômenos menos compreensíveis. O espírito tem mais satisfação em admitir que Júpiter lança o raio do que em se confessar ignorante em relação às causas que o fazem rebentar.”


inanna-returns40-Inanna Returns – VS Ferguson.pdf

Book. File size: 7,8 MBytes

I have long known the stories of our Pleiadian ancestor, the gods who manipulated our DNA, who used us as workers and kept us from the secrets of who we really are to benefit themselves. I had read about them, and edited long passages about them in the Pleiadian books, Bringers of the Dawn and Earth. I felt I really knew these stories. So, when Susan Ferguson calle to ask me if I would be interested in editing Inanna Returns, I almost said. “Oh, no, not more god stories!”. But something insideof me said, “Don’t be so quick, there is a gift in this for you”. I do listens to my inner guidance; besides, I really liked Susan and I was ready for a project, s I said I’d like to read her draft.


o_retorno_de_inanna41-O Retorno de Inanna – V. S. Ferguson.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1,0 MBytes

Eu, Inanna, retornei para dizer a vocês como minha família pleidiana dominou a Terra há 500 mil anos e manipulou o DNA dos humanos para explorá-los como operários em Nibiru, nosso planeta de origem. Os habitantes da Terra nos consideravam deuses por nossa superioridade tecnológica, e deles obtínhamos total submissão. Então, cometemos o erro de usar a Gadiva, a Grande Arma de Radiação. Como resultado, ondas de radiação mortífera propagaram se pelo sistema solar, através da galáxia, e atraíram a atenção do Conselho da Federação Intergaláctica. Apreensivos com nosso comportamento irresponsável, eles intervieram em nossa vida e nos enclausuraram na Muralha que estabelecia limites para o poder devastador de minha família. Era a Deusa da Sabedoria que se preparava para nos ensinar que tínhamos hierarquias para obedecer no Universo. Ficamos estacionados na escala evolutiva. Reencarno agora entre vocês para tentar reparar este erro cometido por meus ancestrais.


42-You Can Heal Your Life – Louise L. Hay.pdf129603

Book. File size: 8.9 Mbytes

I have wirtten this book to share with you, my readers, that which I know and teach. It incorporates portions of my little blue book, Heal Your Body, which has become widely accepted as an authoritative work on the mental patterns that create diseases in the body. I have hundreds of letter from readers asking me to share mor of my information. Many persons who have worked with me as private clients, and those who have taken my workshops here and abroad, have requested I take the time to write this book.


o_misterio_de_sirius_250x25043-O Mistério de Sirius – Robert Temple.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1.8 MBytes

Como as tradições antigas e secretas de uma tribo africana poderiam conter informações de astrofísica, de alta precisão, sobre estrelas invisíveis no sistema da estrela Sírius? Algumas dessas informações só foram descobertas recentemente pelos cientistas modernos, meio século depois de terem sido registradas por antropólogos que estudavam essa tribo. A situação referente a O Mistério de Sírius mudou completamente desde a publicação da primeira edição do livro, em 1976. Na época, a tradição da tribo dogon insistia em afirmar a existência de uma terceira estrela no sistema de Sírius, que os astrônomos modernos não podiam confirmar. Alguns críticos diziam que isso comprovava a falsidade da hipótese apresentada no livro. Pois se, em um passado distante, a Terra foi visitada por seres inteligentes do sistema da estrela Sírius, e estes deixaram à sua passagem informações precisas sobre o seu sistema estelar, como, por exemplo, a descrição da existência de uma terceira estrela, Sírius C, com a não-confirmação desse fato pela moderna astronomia, era suficiente para lançar a hipótese no descrédito. Não obstante, finalmente, a existência de Sírius C foi comprovada.


juízo_final_sidney_sheldon 44-Juízo Final – Sidney Sheldon.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1.4 MBytes

As testemunhas à beira do campo olhavam num silêncio horrorizado, atordoadas demais para falarem. A cena à sua frente era grotesca, um pesadelo primevo, arrancado das profundezas tenebrosas do inconsciente coletivo do homem primitivo. Cada testemunha teve uma reação diferente. Uma desmaiou. Outra vomitou. Uma mulher tremia de forma incontrolável. Alguém pensou: Vou ter um infarto! O idoso sacerdote apertou as contas do rosário e fez o sinal-da-cruz. Ajude-me, Pai. Ajude a todos nós. Proteja-nos contra esse mal encarnado. Finalmente vimos a face de Satã. É o fim do mundo. O Dia do Juízo Final chegou. Armagedon está aqui. . . Armagedon. . . Armagedon. . .


como-ouvir-as-pessoas-1-72845-Como Ouvir Pessoas –  Ian Mackay.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 726 KBytes

Em poucas palavras, quais seriam as características do “ouvinte ideal” e que poderiam estabelecer um alvo a ser atingido? Nas palavras de uma pesquisa realizada sobre o assunto, o ouvinte ideal é alguém que: Mantém a mente aberta e interessada. Está sempre à procura de novas idéias aonde quer que vá, somando aquilo que ouve àquilo que já sabe. É um indivíduo perceptivo que se coloca por inteiro naquilo que ouve.


the-science-delusion46-The Science Delusion – Rupert Sheldrake.pdf

Book. File size: 2.1 Mbytes

The “scientific world view” is immensely influential because the sciences have been so successful. They touch all our lives through technologies and through modern medicine. Our intellectual world has been transformed by an immense expansion of knowledge, down into the most microscopic particles of matter and out into the vastness of space, with hundreds of billions of galaxies in an ever expanding universe. But… Does the science have all the answers?


Mulheresquecorremcomoslobos47-Mulheres que correm com os lobos – Clarissa Pinkola Estes.pdf

Livro. Tamanho do arquivo: 1.38MBytes

A fauna silvestre e a Mulher Selvagem são espécies em risco de extinção. Observamos, ao longo dos séculos, a pilhagem, a redução do espaço e o esmagamento da natureza instintiva feminina. Durante longos períodos, ela foi mal gerida, à semelhança da fauna silvestre e das florestas virgens. Há alguns milênios, sempre que lhe viramos as costas, ela é relegada às regiões mais pobres da psique. As terras espirituais da Mulher Selvagem, durante o curso da história, foram saqueadas ou queimadas, com seus refúgios destruídos e seus ciclos naturais transformados à força em ritmos artificiais para agradar os outros.


Capa Inteligencia emocional.indd48-Inteligência Emocional – Daniel Goleman.pdf

Nos países desenvolvidos, a tendência é para um individualismo exacerbado, o que acarreta, conseqüentemente, uma competitividade cada vez maior e isso pode ser constatado nos postos de trabalho e no meio universitário. Essa visão de mundo traz consigo o isolamento e a deterioração das relações sociais. A lenta desintegração da vida em comunidade e a necessidade de auto-afirmação estão acontecendo, paradoxalmente, num momento em que as pressões econômico-sociais estão a exigir maior cooperação e envolvimento entre os indivíduos. Além dessa situação que reflete um mal-estar social, há indicadores de um crescente desconforto emocional, sobretudo entre as crianças. Parece-me que a infância que é um período crucial para a formação do adulto, neste mundo em que estamos vivendo, deva merecer uma atenção maior de parte daqueles que são os principais responsáveis pelas crianças: pais e professores.


historybeginsat-summer49-History Begins at Summer – Samuel Noah Kramer.pdf

The book consists of twenty­ five essays strung on a common thread: they all treat of “firsts” in man’s recorded history. They are thus of no little significance for the history of ideas and the study of cultural origins. But this is only secondary and accidental, a by­ product, as it were, of all Sumerological research. The main purpose of the essays is to present a cross section of the spiritual and cultural achievements of one of man’s earliest and most creative civilizations. All the major fields of human endeavor are represented: government and politics, education and literature, philosophy and ethics, law and justice, even agriculture and medicine. The available
evidence is sketched in what, it is hoped, is clear and unambiguous language. Above all, the ancient documents themselves are put before the reader either in full or in the form of essential excerpts, so that he can sample their mood and flavor as well as follow the main threads of the argument.


Não encontrou o que buscava? No link abaixo, gentilmente cedido por um de nossos leitores há mais de 2.300 e-books para ler e baixar. Boas Leituras.

https://onedrive.live.com/redir?resid=C22B8ADC596CF085!32214&authkey=!ABjaa-QBXjvmpaE&ithint=folder%2c


166 ideias sobre “E-BOOKS FOR FREE DOWNLOAD

      1. Suely

        Gratidão por compartilhar livros.
        Eu tento muita vontade de trabalhar voluntariamente digitalizando livros para serem distribuídos gratuitamente.
        Se vc tiver necessidade de colaboração nesse sentido, conte comigo.
        Um abraço
        Suely Monteiro

        Resposta
        1. Scapelatto Autor do post

          Sim, até posso. É que eu adotei como regra, somente disponibilizar os livros que eu já tenha lido, mas como já abri algumas exceções, não custa abrir mais algumas exceções. Aguarde. Em breve.

          Resposta
      2. excertosdozohar

        Bom dia, Obrigado pelos grandes livros!!! Você teria o livro na Suméria começou a história de Samuel Kramer, em português? Obg pela atenção

        Resposta
  1. PedroII

    Descobri agora o seu trabalho, mas, acredito que td tem a sua hora. Encontrei livros fantásticos. Obrigado meu amigo por este trabalho tão importante e necessário.

    Resposta
  2. PedroII

    Olá Eduardo, o LInk disponibilizado pelo Pedro Santos no onedrive deixou de atender, nele há dezenas de livros muito importantes, talvez vc possa me ajudar sobre como ter acesso a eles. obrigado.

    Resposta
  3. Luís Ângelo Thomazette

    Boa tarde Eduardo!
    Seu SITE é uma parte da Geometria Sagrada, compõem um segmento da Natureza de Deus.
    Certamente as fontes de seu alimento espiritual estão espargindo luz para aqueles buscadores da verdade, é um ponto de luz nesta dualidade intrinseca que compõe o tecido vital do universo.
    Como ferramenta, orienta a desbastar a pedra bruta e obter a forma correta da pedra cubíca e
    cavar masmorras ao vício e construir templos à virtude.
    Como pensador e idealista já com o plano vital mentalizado, cabe ao detentor da energia do amor incondicional, motivar e alavancar os seres das trevas da ignorância.
    Que seu trabalho de divulgação alcance aqueles que solicitam socorro e perdão, oportunidade de ver a verdadeira luz e trilhar o caminho da evolução.
    TFA.
    Luís Â. Thomazette

    Resposta
  4. Olga Fernandes

    É uma felicidade poder dispor desta grande ajuda a quem quer manter a mente aberta e interessada, sempre à procura de novas ideias.

    Resposta
  5. Tania Avelar

    Acabei de encontrar um tesouro…
    O seu site!!!
    Gratidão imensa pelo seu trabalho.
    Só consigo ler no computador, devido a um problema neurovisual e encontrei aqui muitos livro que quero ler.
    Obrigada, obrigada, obrigada…
    Grande abraço.
    Tania

    Resposta
  6. Anônimo

    Olá, Eduardo! Parabéns pelo trabalho. Gostaria de agradecer, também, pessoas que indicam sites, para contribuir com o conhecimento.

    Resposta
  7. Maria do Carmo

    Prezado Eduardo, muito grata por disponibilizar todo esse material para se desenvolver significativas reflexões sobre a existência!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s